quinta-feira, 26 de agosto de 2010

SOFRER POR AMOR

SOFRER POR AMOR

Sofrer por amor é dor que arde.
Na carne, essa dor, será mais sofrida.
Sofrer por amor não se retarde,
Mais tarde essa dor será mais sentida.

Não há dor que por prazer se guarde.
Guardo a felicidade que levo da vida!
Mas se essa dor chegar mais tarde,
Se tarde e guarde para depois da ida.

E se Deus quiser que morra de amor,
Me leve desta vida em primeiro lugar,
Prefiro morrer que viver nessa dor.

Perguntem à alma se prefere ficar.
Decerto irá dizer ao corpo que não.
Então, subitamente, que pare o coração.


Rogério Martins Simões

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Dia Infeliz...!!

Como fui capaz de perder quem me dava o ar para respirar,quem me dava o sorriso mesmo quando as lágrimas corriam...
Não quero festejos,não consigo,nada há a festejar....
Tanta coisa em comum...

Quero simplesmente ficar,não me mexer e rodear-me da água salgada que me molha os lábios...
Não queria acordar...preferia permanecer a dormir e não sofrer a ausência,a indiferença...

É um sofrimento silencioso, um sorriso eterno, um olhar fixante... É um pensamento discreto.

"Aprendi que se aprende errando
Que crescer não significa fazer anos
Que o silêncio é a melhor resposta, quando se ouve uma coisa má
Que amigos conquistamos mostrando o que somos
Que os verdadeiros amigos ficam sempre conosco até ao fim
Que a maldade se esconde atrás de uma bela face.

Que não se espera que a felicidade chegue,mas se procura por ela
Que quando penso saber tudo ainda não aprendi nada
Que a natureza é a coisa mais bela
Que amar significa dar-se por inteiro
Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos
Que se pode conversar com as estrelas
Que se pode confessar com a lua
Que se pode viajar além do infinito
Que ouvir uma palavra de carinho faz bem á saúde

Que dar um carinho também faz...
Que sonhar é preciso
Que saber perdoar é importante
Que se deve ser criança a vida toda
Que ninguém proíbe nada em nome do amor
Que o julgamento alheio não é importante
E finalmente,aprendi que não se pode morrer
Para se aprender a viver...."

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

.LV.

Invade-me um último suspiro de desespero,
sinto-me perdida...
Ir ou não ir,
estar ou não estar...
Eis a questão...?!
Mas há uma que se sobressai...o meu sentimento por ti!!!
Inalterável e inigualável...
Entre desilusões ou mágoas existem as lembranças de felicidade,
de momentos rodeados de gente mas apenas NÒS.
A confiança e cumplicidade...
Os olhares ou sorrisos...
As brincadeiras ou cantorias...nada acontece em vão.
Há que ter a capacidade de dar uma segunda oportunidade e acima de tudo querer ver a mudança.
"Não consigo estar sem saber de ti"..."Eras tu a tal"...""Sempre foi contigo que sonhei tudo"...""Sinto que não me consigo afastar de ti"...
Lembras-te de me dizer isto???
Nada é dito em vão...não este tipo de palavras..não depois do que vivemos planeamos e concretizamos...Há muito mais ainda a fazer!